i am Jonathan and this is my story…

EN

“Don´t criticize what you don´t understand. So last June I went to bar with some friends and I met a guy. We became friends and he introduced me to some other friends, little did I know how these people would change my life. We all got along really well and hanged out for the entire summer and when we got to Halloween one of them said: “What do you guys think about dressing up as Drags Queens for Halloween? I have a friend that does it and loves it.” This spark led to…we actually doing it with this friend that already had experience who became our “mother”. My first time dragging I had no control over make up or dressing up, but during the process I got really excited and when I got the wig on, all made sense.
I am a man and I love it, being a Drag Queen allows me to be someone else, it´s an act, I am not trying to be a woman, of course I adopt some feminine moves but it´s part of the act. I am not more of woman or a man, it´s me playing a game, being someone or something else. We go out, we have fun, people come and talk to us, asking questions about this Drag Queen life, we make people smile and laugh. We entertain, we connect and interact very easily. When I am dragging I exaggerate my own attributes, it´s so much fun.
We, the Walking Queens (our name) are a group of friends with an unbreakable bond, where trust, solidarity and compassion have a main role. We never drag on our own it’s a group thing. We believe we are peaceful activists on self-expression and freedom from prejudice. Our motto is: BENEVOLENCE. Dragging is now a big part of my life, I never thought of doing it, but it really makes me feel special and free.”

What about LOVE…

“Love is all and all should be love. Love is not only about falling in love it’s about living it and bringing it to others. As Don Juan said: “All the pleasure of love subsists in change.” Being able to say goodbye and looking forward to new love, of any nature.”

Jonathan – Faial, Portugal – August 2018

PT

“Não critiques aquilo que não compreendes. Em Junho do ano passado fui a um bar com amigos e conheci um rapaz. Tornamos-nos amigos e ele apresentou-me a outros amigos. Mal sabia eu que estas pessoas iriam mudar a minha vida. Demos-nos todos muito bem e passamos o verão todo juntos. No Halloween um deles disse: “O que acham de nos vermos de Drag Queen para o Halloween? Tenho uma amigo que o faz e adora.” Isto fez com que realmente acontecesse em conjunto com esse amigo que já tinha experiência e que acabou por se tornar na nossa “mãe”. A primeira vez que fiz dragging não controlei o processo de maquilhagem ou roupa. Mas durante o processo entusiasmei-me e quando coloquei a peruca, tudo fez sentido na minha cabeça. Sou um homem e adoro sê-lo, ser drag queen permite-me ser outra pessoa, é um acto. Não tento ser uma mulher mas como é óbvio adopto alguns movimentos femininos porque faz parte do papel. Quando faço dragging não sou mais mulher ou mais homem, é como jogar um jogo e ser algo que não existe. Nós juntamos-nos, divertimos-nos, as pessoas abordam-nos, fazem-nos perguntas sobre dragging e fazemos as pessoas sorrir e rir. Entretemos, conectamos e interagimos com muita facilidade. Quando faço dragging exagero os meus próprios atributos, é super divertido. Nos, os Walking Queens (nome do nosso grupo) somo uma grupo de amigos com uma ligação inquebrável, onde confiança e solidariedade tem papel principal. Nunca o fazemos sozinhos é uma actividade de grupo. Acreditamos ser activistas pacíficos sobre auto expressão e liberdade de preconceito. O nosso lema é: BENEVOLÊNCIA. Dragging é agora uma grande parte da minha vida, nunca pensei em fazê-lo mas faz-me sentir especial e livre.”

E o AMOR…

“O amor é tudo e tudo deve ser amor. O amor não é apenas o acto de nos apaixonarmos, é vive-lo e partilha-lo com os outros. Como disse Don Juan: “Todo o prazer do amor subsiste na mudança”. Ser capaz de dizer adeus e ansiar por um novo amor, de qualquer natureza ”

Jonathan – Faial, Portugal – Agosto 2018

Share this post with your friends

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Subscribe to my Newsletter so You Can Read More Uplifting Stories as They Come Out

Scroll to Top
Cookie Notice

This page uses cookies to personalize and enhance your user experience. By clicking “ACCEPT” or closing this popup you consent to their use.