i am Rodrigo and this is my story…

EN

“Ask for the dentist, they will take you to me, I am the only dentist in the island. I was living in São Paulo tired of all the violence and decided to move to Portugal, as all Brazilians do. I arrived in Portugal with 2000$ in my hand and nothing else. I knew nobody but quickly I found myself a job in Mogadouro. I loved my life there, small village, nice people and very quiet. I met my girlfriend at the time but things didn´t go well, some jealousy problems, and in a small village these kind of problems aren´t easy to solve, so I decided to move to Lisbon in an attempt to work out my relationship. In the end it didn´t work out, jealousy follows you wherever you go. So, I was in Lisbon, no job, living in a small room with nothing but a microwave and rats. After 6 months of that disgusting room, I got my permit to work in Lisbon, but I wasn´t happy in Lisbon. And then one day I met a Brazilian dentist that had a permit to work in the Azores but she didn´t want to go, she wanted to stay in Lisbon. She asked me if I was willing to swap places. I agreed to her proposition, arrived to S.Miguel, met my new boss that asked me in which island I wanted to work, and I told me I wanted to go to an island where there were no dentists. So, the following day I was moving to Graciosa Island where I have been living for the last 12 years. I bought the business from my boss, and I love living there. I was married to a local girl for 9 years and broke up 2 years ago, you must imagine how difficult it is to break a marriage in a such small island. People talk, make up stories and you end up seeing you ex every day. I now have a new girlfriend, a high school sweetheart, and she is moving to Graciosa in a couple of months. I am very excited to have her and here with me. I am a simple guy, I don´t need much, love, nature and friends is all I need.”

What about LOVE…

“Love is living in peace. It is belonging to a place or a relationship in peace, without interfering with its essence. When we love, we must love without the will or need to change. Accept difference, love difference. “

Rodrigo – Terceira, Portugal – August 2018

PT

“Pergunta pelo dentista e levam-te a mim, sou o único dentista da ilha. Estava a viver em São Paulo cansado de toda a violência e decidi mudar-me para Portugal, como todos os brasileiros. Cheguei a Portugal com 2000$ na mão e rapidamente encontrei um emprego em Mogadouro. Adorava a minha vida, uma vila pequena, com ótimas pessoas e muito sossegada. Nessa altura conheci a minha namorada mas as coisas entre nós não correram bem, problemas de ciúmes. Em vilas tão pequenas problemas deste foro não são fáceis de superar por isso decidi mudar-me para Lisboa. Uma tentativa de fazer a nossa relação resultar. No final não correu bem, problemas de ciúmes perseguem-nos onde quer que nos vamos. E ai estava eu, em Lisboa, sem emprego, a viver num quarto sem nada, apenas um microondas e ratos. Após 6 meses desse quarto horrível, consegui a minha autorização para trabalhar em Lisboa, mas eu não era feliz em Lisboa. Até que um dia conheci uma brasileira também ela dentistas que tinha autorização de trabalho nos Açores. Mas ela não queria lá trabalhar, ela queria ficar em Lisboa. Sabendo ela que eu não queria estar em Lisboa, propôs-me trocar lugar comigo. E assim foi, aceitei a proposta e fui para S.Miguel. Cheguei a S.Miguel, onde conheci o meu patrão que me perguntou em que ilha queria eu trabalhar, e eu disse que queria ir para uma ilha onde não houvesse dentistas. No dia seguinte mudei-me para a ilha da Graciosa, sitio onde vivo há 12 anos. Comprei o negócio ao meu patrão e lá fui casado 9 anos com uma rapariga local. Divorciamos-nos há 2 anos e como deves imaginar é muito difícil terminar um relacionamento numa ilha tão pequena. As pessoas falam, inventam histórias e acabas por ver a tua ex todos os dias. Agora tenho uma nova namorada, um amor antigo e ela vai-se mudar para a Graciosa nos próximos meses. Estou super feliz por tê-la cá a viver comigo. Sou um homem simples, não preciso de muito para ser feliz, apenas amor, natureza e amigos.”

E o AMOR…

“Amor é viver em paz. É pertencer a um sítio ou relação em paz, sem interferir com a nossa essência. Quando amamos, devemos amar sem a vontade ou necessidade de mudar. Aceita a diferença, ama a diferença.”

Rodrigo – Terceira, Portugal – Agosto 2018

Share this post with your friends

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Subscribe to my Newsletter so You Can Read More Uplifting Stories as They Come Out

Scroll to Top
Cookie Notice

This page uses cookies to personalize and enhance your user experience. By clicking “ACCEPT” or closing this popup you consent to their use.