I am Sandra and this is my story…

EN

“My family is from Vila Verde, a small village in Portugal´s main land. My grandfather came to Faial to do his military service and never went back. He met my grandmother and raise our family in Faial. My husband and I thought of leaving Faial many times, but the course of life always kept us here. Luis, my husband left Faial for 4 years to study tourism. When he came back we decided to invest in a house for tourism. But the 1998 earthquake destroy everything we built, we were devastated. We didn´t have the energy to do anything about it. We packed our backpacks and did an interrail trip through Europe. We needed to clear our heads. We came back and did it all over again. We built Casa do Vulcão, a small villa with 5 houses in Capelo, Faial. For the last 16 years, I have had a day job and I took care of Casal Vulcão. But it was too much for me to handle. I love taking care of the houses and hosting my guests more than anything else. So, 3 months ago I quit my job. I am so happy, I have time to take care of our business, properly. My husband kept his day job as the Faial´s vice-mayor but controls all the business finances and I keep the house and guests happy.”

What about LOVE…

“Love is trust….it is a teamwork job. We must accept the ups and downs, respecting time and space of each situation. I have been together with my husband for 20 years, we make a great team. He is creative, and he is always interested in learning new things. I look up to him as he looks up to me. We complement each other.“

Sandra – Faial, Portugal – September 2018

PT

“A minha família é de Vila Verde, uma vila pequena no continente. O meu avô veio para o Faial para fazer serviço militar e nunca mais voltou para o continente. Ele conheceu a minha avó e criaram a família no Faial. O meu marido e eu pensamos em sair do Faial muitas vezes mas o curso da vida manteve-nos aqui. O Luis , o meu marido saiu do Faial por 4 anos para estudar turismo. Quando voltou decidimos investir numa casa para turismo. Mas em 1998 o terramoto destrui tudo aquilo que tínhamos construído até então. Ficamos devastados. Não tivemos energia para reagir ao que nos aconteceu. Decidimos então por uma mochila às costas e fazer um viagem pela Europa. Precisamos de apanhar ar e pensar noutra coisa. Quando voltamos fizemos tudo de novo. Construímos a Casa do Vulcão, uma vila pequena com 5 casas no Capelo, Faial. Nos últimos 16 anos mantive o meu emprego e nas fora do horário de trabalho tratei da Casa do Vulcão. Mas é muito trabalho. Adoro cuidar das casas e receber os turistas mais do que qualquer outra coisa. Por isso, há 3 meses atrás, despedi-me do meu emprego e dediquei-me completamente ao nosso negócio. Estou muito feliz. O meu marido manteve o trabalho dele como vice presidente do Faial mas é ele que controla as finanças do negócio, e eu cuido das casas e dos clientes.”

E o AMOR…

"Amor é confiança...é trabalho de equipa. Nós devemos aceitar os altos e baixos, respeitando o tempo e espaço de cada situação. Eu e o meu marido estamos junto há 20 anos, e somos uma boa equipa. Ele é criativo, sempre interessado em aprender coisas novas. Eu admiro-o e ele admira-me a mim. Complementamos-nos."

Sandra – Faial, Portugal – Setembro 2018

Share this post with your friends

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Subscribe to my Newsletter so You Can Read More Uplifting Stories as They Come Out

GET 10% OFF YOUR FIRST ORDER
Scroll to Top
Cookie Notice

This page uses cookies to personalize and enhance your user experience. By clicking “ACCEPT” or closing this popup you consent to their use.